9 de novembro de 2007

Sede de prazer



Desejo desperto
da sede contida
um grito estridente
a vociferar harmonia
do prazer contido
em noites insípidas
pronto a desabrochar
numa extasiante alegoria

Sede de prazer
que em tua boca
vai beber...

15 comentários:

SAM disse...

Belíssimos versos! Adorei! Esta é uma sede que nunca acaba - a sede do prazer e da ternura que na boca vai beber...

Beijos

Bichinho disse...

Huummm !
Beijo fantasma.

Silvia Madureira disse...

e ...palavras para quê? Está tudo bem explicito.

beijo

Claudia Perotti disse...

letras que escorre prazer.
Beijinhossssss

Sol da meia noite disse...

E aquela sede que água alguma apaga?...
Existe e sente-se...

Beijinhos!

serenidade disse...

A sede de prazer, é sede de amor manifesto. A sede será saciada quando o Amor existente for expressado. A procura do prazer direccionada, é expressão de Amor. O ter prazer do(a) amado(a) é a expressão do Amor.

Serenos sorrisos

Menina do Rio disse...

Desperto nesse teu desejo...

Tem um dia feliz

Beijinhos

:)

luar perdido disse...

Sede eterna e imensa, jamais saciada.Nem todos os beijos, nem todas as caricias, nem todo o tempo, nem todo o espaço....Sede sem fim.

Beijo doce, bom fim de semana

multiolhares disse...

Alegorias
Transformadas
Em poemas de amor
Beijinhos
luna

Daniel Aladiah disse...

Há sempre água para saciar todas as sedes...
Um beijo
Daniel

Secreta disse...

Sede essa que se torna em algo maravilhoso :)
Beijito.

Isa disse...

desejo que acorda
sede que transborda
berrante grito
expandir harmonia
do prazer escondido

e...

continuava, mas o verso é teu... mas adorei de facto... o jogo de palavras perfeito...

beijo e boa semana ´*`

Ás de Copas disse...

... sede que as mãos conteem num abraço ao tempo, a fonte!

Beijo

Luadosul disse...

Muito bonito e belas as imagens!
Beijinho!

Papoila disse...

sede de te ler que fica saciada sempre que aqui venho....

Beijinhos
BF