8 de novembro de 2007

No teu olhar



No teu olhar
vejo a minha vida
a morfina
dos dias negros
da dor que corrói
dos estilhaços da ira
No teu olhar
vejo o refúgio á dor
da angústia contida
das noites mal dormidas
nele vejo a cura
a porta de saída

No teu olhar
vejo a minha vida...


5 comentários:

serenidade disse...

Um olhar diz mais que mil palavras.
É no olhar que encontramos o consentimento, a União, a aceitação. No olhar do ser amado falamos sem vocábulos precisar, basta apenas os corações escutar.
O teu coração tem um olhar terno e saudoso de um olhar meigo,terno e carinhoso. Esse olhar que tanto anseias, um olhar de Amor manifesto, até porque a maior parte das vezes o AMOR está lá mas ofuscado por sal-gema, empedernido e basta um pouco de água límpida, umas gotas de água salgada que corram a dois ou a quatro olhares, para eliminar de vez a opacidade e a CURA manifestar-se - o olhar terno, meigo e cheio de AMOR manifesto:)

A vida vê-se ...a Felicidade chega:) não há que ter medo dela:)

Serenos sorrisos

Lia disse...

às bvezes olhamos mas nada vemos... e o olhar não engana...

um beijo doce

Entre linhas... disse...

Um olhar é o ópio que domina e transforma o mundo em novos horizontes,cheios de ternura tal como o teu poema.
Bjs Zita

Claudia Perotti disse...

a gente vê tanta coisa em um olhar.
Beijinhossss

Papoila disse...

No teu olhar eu gostaria de ver...os sentimentos que as palavras expressam.

Beijinhos
BF