15 de outubro de 2007

Vazio em mim


Cai a noite
com seu negro manto
abate-se o silêncio
alimenta-se o alento
de dor e paixão
Atinjo a minha condição
de amor e solidão
ódio e prazer,
a minha forma de ser
O clarão da aurora
ofusca as ruas
com angústia venerada
de uma vertigem assombrada

Tenho vontade de fugir
ao vazio do tempo
ao vazio em mim

23 comentários:

serenidade disse...

Viver a dualidade
encontrar o equilibrio
deixar a luz ser o refúgio
de um corpo vadio
vagueando na corda bamba
entre o agora,
o ontem,
o amanhã,
deixar-se preencher
no amor se esquecer
O vazio é ilusão
de um grande coração.

Mais um post forte e muito bem conseguido:)

A música é linda, linda, linda:)

Serenos sorrisos

Secreta disse...

Não fujas do vazio ... tenta antes preenchê-lo.
Beijito.

impulsos disse...

São os vazios que nos servem de companhia, nas noites longas e serenas, de uma vida onde se esperam ainda, a chegada dos dias melhores.
Só que eles já não vêm... já passaram e nem demos por isso!

Beijo em silêncio

Bichinho disse...

Tenho vontade...tenho sim vontade, de te ter aqui...fugir de ti, sim fugir de mim...


Beijo fantasma.

Lia disse...

Pois é assim mesmo que me vejo hoje, com um vazio enorme, e do qual me apetece fugir...
Mas para estarmos "cheios" devemos permanecer "vazios"...
O tempo o dirá...

Um beijo doce

Sol da meia noite disse...

Não fujas... levarias em ti os vazios...
Apenas os irias sentir em outro lugar.
*

Isa disse...

foge.. mas encontra-te..

(gostei muito do som de fundo... ;-) )

Silvia Madureira disse...

Nas fujas...tenta entrar dentro de ti e viver um momento de pura sintonia com o que está no exterior e o que exala dentro de ti.

um beijo

Rui Caetano disse...

O vazio faz parte de nós, o nosso caminho, a nossa tarefa é preenchê-lo o melhor que conseguirmos.

Fernanda e Poemas disse...

Olá, sorri só temos esta vida para viver.
Deixo-te muitos beijinhos com carinho.
Fernandinha

Papoila disse...

como percebo bem esse teu querer fugir ao vazio que trazemos em nós...

Adorei este teu sentir.
Beijos
BF

rosa dourada/ondina azul disse...

A noite e a madrugada fazem parte e complementam-se.


Beijinho,

SAM disse...

Estava assim hoje... procurando evadir-me de mil sentimentos teimosos que turbilhavam fortemente. Queria estar longe disto e de mim. E tantos poemas que li... e todos, absolutamente todos, me fizeram sentir ainda mais presente em mim. Até que consegui um alívio, outra sintonia com Olavo Bilac, não antes de passar pelo ápice de tudo isto com o poema " Um beijo" rsrs.

Descreveste maravilhosamente bem este sentimento que nos assola, vez em quando.

Obrigada pela visita. Adorei a oportunidade de estar aqui, ler-te e me deliciar com seus bem escritos. Lindas fotos, belos textos e linda melodia. Perfeito!


Beijo terno

Secreta disse...

Vim fazer uma visita ... para tentar preencher um pouco desse vazio ...
Beijito.

Ás de Copas disse...

A tua fuga dos sentidos arrastando a alma para os confins do vacuo onde o nada é tudo o que precisas.
Beijo

su disse...

Nessas dualidades muitas vezes condenamos a Alma a deambular acorentada a dores solitárias, tendo apenas como companhias fantasmas cinzentos que asombram sem saber que o fazem...

Belo.

Joaquim Amândio Santos disse...

perfilam-se genes que farão história nos tempos dedicados aos sussurros...

@zulebranco disse...

Na verdade é com prazer que se vagueia por este teu canto, escrita muito interessante e com conteúdo....francamente gostei, obrigado pela partilha....e já agora de quem é a agradável música que se ouve...Um abraço

Obscuridade Translúcida disse...

A musica que se ouve é de uma banda Portuguesa chamada "Hands On Approach", editaram um álbum acústico dos 10 anos de carreira, é do mais fantástico feito em Portugal

Navegante Do Amor disse...

Translúcida.... gosto da sua pagina.
Apareceça sempre. Bom fim de semana.
Bjº

luar perdido disse...

O negro manto da noite invade-nos os sentidos, mostra-nos o silencio na sua máxima plenitude e dor. Mas no raiar da aurora há uma mão que se abre para a tua, deixa-a prender-te e encaminhar-te. Também eu tenho vontade de fugir de mim, do tempo, do vazio, da vida sem sentido...Como te entendo!

Deixo-me num fio de perdido luar feito de beijos suaves.

multiolhares disse...

Mas não podes fugir
Só quando o enfrentares
O olhares de frente
O podes vencer
Esse monstro das trevas
Que a tantos de nós crucifica

Beijinhos
luna

Anónimo disse...

bom comeco