12 de setembro de 2007

Malvadez


Tenho saudades
do teu gemer
no vulto das minhas palavras
de malvadez
do mordaz sorrir
que te faz sentir
um vil prazer
uma vontade de ter
a força de não sucumbir
ao mais profundo ser
de diva do dever

7 comentários:

serenidade disse...

Uhmmm,
mas que belos sentires, uma malvadez muito boa;)

Certamente que essa saudade vai ser colmatada em breve:)

Serenos sorrisos

Papoila disse...

também sinto essas saudades...


Beijos
BF

Sol da meia noite disse...

Temos sempre saudade de algo...
A saudade vive em nós.

Obrigada pela visita.
Beijinho!

serenidade disse...

Mudanças....:)

Serenos sorrisos

serenidade disse...

Ainda não tinha reparado na magnífica imagem do mar. Cada vez mais fantástico este teu cantinho repleto de intensas emoções e de elevada qualidade literária.

Serenos sorrisos

Claudia Perotti disse...

Essas saudades de cada pedacinho do ser amado e desejado que nos faz querer tanto. Perfeito!

Beijinhossss

Bichinho disse...

O teu gemer das palavras que leio.
Beijo fantasma.